sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

lembra-te de me lembrares

Lembra-te
Eu vou estar sempre presente
Desde que tu me mantenhas
Na tua memória....
Lembra-te
Quando já não conseguires sonhar mais,
Que o tempo pode ser transcendente...
Basta recordares-me...
Eu sou a única estrela que arde,
Brilhantemente...
Esta é uma das minhas últimas noites,
Até me desvanecer por completo no nascer do Sol...
Eu estarei contigo sempre que me chamares..
A minha história...
Pois eu sou tudo aquilo que fiz..
Eu sou aquela voz quente que sussura
No vento frio,
E se escutares bem,
Ouvir-me-ás chamar-te pelos céus...
Enquanto eu poder cortar esta barreira,
E tocar-te,
Então eu nunca vou morrer!
Lembra-te,
Eu nunca te vou deixar,
Basta que tu...
Me recordes....
Lembra-te,
Quando todos os teus sonhos tiverem acabado,
A barreira do tempo poderá ser ultrapassada,
E eu estarei viva para sempre...
Lembra-te...

2 comentários:

:) disse...

Adooorei seeu blog.
estou lhe seguindo.
se quiser dar uma passada no meu, (:
sucesso aê. :)

Dry disse...

Seja bem vinda... beijosssssssss passarei pelo seu tb.